We care about football

Federações nacionais

Federações nacionais
Vista da sede da UEFA, em Nyon ©Getty Images
Publicado: Quinta-feira, 2 de Janeiro de 2014, 15.48CET

Desde a sua fundação, em Basileia, Suíça, a 15 de Junho de 1954, a relação entre a UEFA e as suas federações-membro tem sido um dos pilares do trabalho do organismo no desenvolvimento do futebol. Apesar de, nos últimos anos, a UEFA ter procurado relacionar-se e dialogar com um cada vez maior número de parceiros, a ligação entre o organismo que tutela o futebol europeu e as suas federações tem continuado a ser uma prioridade e algo verdadeiramente inquestionável.

O nome completo da UEFA é Union des Associations Européennes de Football (União das Federações Europeias de Futebol). O organismo é uma associação de federações e, como tal, trabalha em conjunto, representa, defende interesses e presta ajuda às suas federações.

Em 1954, a UEFA tinha 31 federações associadas. Agora são 55 sob a sua alçada, de toda a Europa. Grande ou pequeno, cada país pode beneficiar de financiamento para o seu desenvolvimento e da orientação e assistência especializada da UEFA. Em troca, cada federação tem um papel decisivo no terreno e no "feedback" à UEFA aquando do processo de decisão, representando a ligação aos comités de gestão da UEFA e painéis de especialistas. Mais, as federações cooperam com a UEFA em vários sectores de actividade na partilha de informação e boas práticas.

O trabalho da UEFA com e para as federações é canalizado através da sua Divisão das Federações Nacionais, situada na Casa do Futebol Europeu, em Nyon, Suíça. A divisão, liderada pelo director as federações nacionais, por Zoran Lakovic, é o centro nevrálgico de uma enorme panóplia de actividades e eventos.

A divisão das federações nacionais é o seu ponto de acesso e dá apoio na sua gestão, a todos os níveis. As principais ferramentas em uso são a da partilha de informação através dos vários programas, como o Top Executive, o KISS, relativo a partilha de conhecimento, desenvolvimento das "raízes", o Grupo de Estudos da UEFA, bem como os cursos de formação de treinadores e de treino de selecções, do ponto de vista técnico. A divisão é também responsável pelas actividades de responsabilidade social da UEFA, licenciamento de clubes e assuntos relacionados com o "fair play" financeiro.

O trabalho específico de desenvolvimento está também na alçada da divisão das federações nacionais. Aqui incluem-se o inovador programa de assistência e financiamento, o HatTrick da UEFA, que serve para auxiliar as infra-estruturas das 55 federações; programas de desenvolvimento de pessoal, que visam, entre outras coisas, formar e ajudar quem trabalha nas federações para, em consequência, profissionalizar a sua gestão e vocação operacional; e o Programa de Desenvolvimento do Futebol Feminino, que procura fortalecer o trabalho entre a UEFA e as federações no que respeita ao progresso do jogo no feminino.

A relação é de recompensa para os dois lados – a UEFA e as suas federações trabalham lado a lado procurando o bem-estar do futebol europeu.

Última actualização: 28-02-17 10.13CET