Ucrânia de luto por Viktor Chanov

Viktor Chanov, guarda-redes da lendária equipa do Dínamo Kiev de Valeriy Lobanovskiy na década de 1980, faleceu aos 57 anos.

©AFP

Viktor Chanov, antigo guarda-redes do Dínamo Kiev e da selecção da URSS, faleceu aos 57 anos.

Chanov nasceu em Donetsk em 1959 e foi formado na academia do Shakhtar, fazendo parte de uma família com guarda-redes de alto nível, já que o pai, Viktor, e irmão mais velho, Vyacheclav, foram ambos profissionais. Estreou-se na equipa principal aos 19 anos, em 1978, mas o seu nome ficará para sempre ligado ao Dínamo.

Chanov chegou a Kiev em 1981 e foi um esteio na baliza do Dínamo durante nove anos, quase sempre sob o comando de Valeriy Lobanovski. Conquistou três títulos (1985, 1986, 1990), e cinco Taças da URSS (1980, 1982, 1985, 1987, 1990), assim como a Taça dos Vencedores das Taças de 1986.

Chanov foi eleito o melhor guarda-redes da URSS em 1986 (cinco anos depois do irmão Vyacheslav). Somou 21 internacionalizações pela União Soviética e participou no Campeonato do Mundo de 1986 e no EURO '88. Poderia ter brilhado ainda mais pelo seu país, não fosse o excelente Rinat Dasayev.

Chanov assinou pelo Maccabi Haifa em 1990 e fez a “dobradinha” na época de estreia, voltando a conquistar a Taça de Israel dois anos mais tarde. Terminou a carreira como jogador no extinto CSKA Borysfen. Foi, durante curtos períodos, treinador-adjunto do CSKA Borysfen e do Dínamo Kiev, mas preferia manter-se afastado do futebol profissional. Faleceu esta quarta-feira.