Helsínquia recebe Congresso da UEFA

No 41º Congresso da UEFA, em Helsínquia, as federações nacionais de futebol da Europa vão votar a aprovação de várias reformas de gestão e elegerão novos membros para o Comité Executivo da UEFA e Conselho da FIFA.

©Getty Images

Reformas com vista a uma boa gestão e várias votações são os principais pontos na agenda do 41º Congresso Ordinário da UEFA, o qual decorre no Centro de Convenções de Messukeskus, em Helsínquia, na quarta-feira.

A UEFA e as 55 federações nacionais de futebol que a integram vão estar na capital da Finlândia para o mais recente encontro do parlamento do futebol europeu, o qual se reúne uma vez por ano.

As federações vão ser chamadas a ratificar uma série de propostas de reformas que visam fortalecer a UEFA e aumentar a sua transparência ao longo dos próximos anos, as quais foram apresentadas pelo Congresso Executivo da UEFA na sua reunião de Fevereiro, em Nyon.

O presidente da UEFA, Aleksander Čeferin, expressou a sua convicção de que as reformas propostas irão tornar a UEFA mais forte na sua missão de desenvolver e proteger o futebol europeu.

Se aceites pelas federações membro da UEFA, as reformas irão passar a fazer parte dos estatutos da UEFA.

Em Helsínquia terão igualmente lugar eleições. Doze candidatos concorrem a oito mandatos de quatro anos no Comité Executivo da UEFA. No que toca ao Conselho da FIFA, três candidatos concorrem a mandatos de quatro anos e um candidato concorre a um mandato de dois anos.

O Congresso irá ainda votar a aprovação do relatório financeiro da UEFA de 2015/16 e do orçamento para 2017/18, bem como um relatório do Presidente da UEFA e do Comité Executivo e um relatório da administração da UEFA, ambos referentes a 2015/16.

Por fim, vai ser votada por parte das federações a ratificação do Conselho de Controlo Financeiro de Clubes da UEFA, o qual supervisiona a aplicação dos Regulamentos de Fair Play Financeiro e do Licenciamento de Clubes da UEFA.