Programa HatTrick eleva ritmo

O programa HatTrick continua a evoluir a ritmo sustentado, conforme o Congresso da UEFA ficou a saber na quarta-feira, com mais verbas disponíveis para as federações e as actividades do programa a crescerem.

©UEFA.com

O programa HatTrick da UEFA continua a evoluir a ritmo sustentado, conforme o XXXIII Congresso Ordinário da UEFA ficou a saber na quarta-feira, com mais fundos disponíveis para as federações nacionais e o próprio programa a envolver uma esfera de actividades cada vez maior.

Promover e desenvolver
O HatTrick foi desenvolvido em 2004 para ajudar a promover e desenvolver o futebol europeu e ajudar as federações nacionais a melhorarem as respectivas infra-estruturas futebolísticas tanto dentro como fora dos relvados. O primeiro ciclo de quatro anos deste programa, o HatTrick I, terminou a 30 de Junho de 2008, e o HatTrick II, que decorrerá até 30 de Junho de 2012, está já a causar impacto por toda a Europa. Até ao momento, foram aprovados 47 projectos, estando 50 milhões de euros reservados para as federações. Outras 15 federações têm projectos ainda em fase de planeamento ou à espera de aprovação.

Mais verbas disponíveis
O Secretário-Geral da UEFA, David Taylor, apresentou os três pilares do programa HatTrick – pagamentos de solidariedade, projectos de investimento e educação – e informou o Congresso sobre os fundos disponíveis para cada federação. Os pagamentos de solidariedade ascendem agora a um máximo de 1,3 milhões de euros anuais para cada federação durante um período de quatro anos, um aumento de 800 mil euros por federação desde 2004. Os pagamentos de solidariedade incluem 500 mil euros para a cobertura de custos correntes e mais 800 mil disponíveis para programas de incentivo e desenvolvimento da UEFA. Estes programas incluem a melhoria da boa gestão, a participação na Carta do Futebol de Formação da UEFA, a Convenção de Treinadores da UEFA e competições da UEFA que não sejam de topo (como sejam escalões juvenis, competições de futsal e futebol feminino), e a implementação do Programa de Licenciamento de Clubes da UEFA.

Melhores práticas
Está disponível para cada federação, durante o ciclo de quatro anos, uma verba de 2,5 milhões de euros para projectos de investimento, enquanto um total de 25 milhões foram reservados para projectos pedagógicos, incluindo o Projecto de Partilha de Conhecimentos da UEFA (KISS). Foram levados a cabo seminários e workshops do KISS por toda a Europa, estando também a ser implementada tecnologia para a criação de comunidades virtuais, de modo a que as federações nacionais possam trabalhar em conjunto no desenvolvimento de melhores práticas numa enorme variedade de campos relacionados com operações, governo e desenvolvimento do futebol.