We care about football

Raízes

rate galleryrate photo
1/0
counter
  • loading...

Calendário

O futebol de “raízes” é todo o futebol que não é profissional nem de elite. Isto inclui, embora não exclusivamente, o futebol infantil, de escolas e o futebol de formação, o futebol amador, futebol para portadores de deficiência, futebol para veteranos e futebol a passo. Resumindo, o futebol de “raízes” é o futebol praticado pelas massas e que é motivado pela vontade de jogar e pela paixão pela modalidade.

O futebol traz benefícios para a sociedade como um todo, uma vez que não se trata apenas de um desporto, mas também incute valores como o trabalho de equipa, o desenvolvimento social, a saúde, a boa forma e a realização pessoal. Este desporto é um veículo para o desenvolvimento educacional, social e desportivo e, como tal, a UEFA investe bastante no futebol de “raízes” para assegurar que todos têm oportunidade de estarem envolvidos no jogo, independentemente de idade, talento, etnia, raça, religião ou identidade sexual.

Os estudos mostram que quando os jovens praticantes de futebol de “raízes” têm experiências positivas é mais provável que venham a ter uma participação ao longo da vida como jogadores, treinadores, dirigentes, voluntários ou adeptos. Devido a isto, o programa de futebol de “raízes” da UEFA incentiva as federações nacionais a implementarem filosofias que ajudem a assegurar o futuro do jogo.

Através da Carta das Raízes da UEFA, uma marca de qualidade centrada no futebol de “raízes”, a UEFA apoia e fomenta o desenvolvimento de futebol de “raízes” a nível nacional, definindo normas e fornecendo apoio individualizado. Além disso, as federações nacionais recebem também financiamentos anuais destinados a desenvolver e a melhorar continuamente as suas actividades nesta área.

Na vertente promocional, a Semana das “Raízes” da UEFA é realizada anualmente durante a Semana Europeia do Desporto e tem como objetivo incentivar a participação em todas as formas de futebol. O programa de “raízes” da UEFA doou maxi-campos a todas as cidades anfitriãs das finais das competições europeias de clubes desde 2010 e tem vindo a oferecer uma quantidade considerável de equipamentos para o futebol de “raízes” às federações desde o Verão de 2004.

O programas de “raízes” da UEFA reconhece a importância do futebol de “raízes” para o bem-estar do futebol e faz parte do plano do Presidente da UEFA, Aleksander Čeferin, para "construir uma estratégia de curto, médio e longo prazo de forma a garantir que o futebol continua a ser o desporto mais popular na Europa nas gerações vindouras".