Prémios Raízes da UEFA 2015

Lituânia, República Checa e País de Gales conquistaram a medalha de ouro na cerimónia dos Prémios das Raízes da UEFA 2015, evento que distingue os melhores líderes, clubes e projectos em toda a Europa.

Merthyr Town FC, Best Club at the 2015 UEFA Grassroots Day Awards.
Merthyr Town FC, Best Club at the 2015 UEFA Grassroots Day Awards. ©UEFA.com

As comunidades de futebol das raízes da República Checa, Lituânia e País de Gales, estão de parabéns depois terem sido premiadas com os Prémios raízes da UEFA.

Os prémios referentes a 2015 foram anunciados no âmbito da Semana das raízes da UEFA, tendo coincidido pela primeira vez com a Semana do Desporto da Comissão Europeia.

Quem são os vencedores?

Melhor Líder das Raízes: Martynas Karpavičius (Lituânia)

Martynas foi premiado com o ouro pelo seu trabalho educacional e voluntário que possibilita oportunidades na área de futebol em Marijampole, distrito da Lituânia. Com sucesso, ministra sessões de futebol pós-escolares e organiza mais de 20 eventos de futebol por ano tanto para crianças com três anos de idade como para adultos até aos 75.

Melhor Projecto das Raízes: 'O meu primeiro golo' (República Checa)

'O meu primeiro golo' trata-se de uma longa campanha anual concebida para estimular o recrutamento de atletas em clubes amadores da República Checa. A iniciativa inclui um conjunto de eventos para familiarizar rapazes e raparigas para a prática do futebol, tendo uma duração de dois 'meses de recrutamento'. Mais de 11,000 crianças participaram em 74 eventos e o projecto conseguiu registar 9,000 novas inscrições de jogadores, o que constituiu um aumento de 32 por cento em relação ao ano passado.

Melhor Clube das Raízes: Merthyr Town FC (Wales)

O clube encerra a melhor essência do desporto e o espírito da comunidade, proporcionando formação de treinadores, divertimento do futebol e os jogos de pequena dimensão, bem como a prática desportiva a um vasto público-alvo. Com o campo sempre em actividade, o clube tem capacidade para combater questões sociais localizadas no coração da cidade.

O que eles disseram

Edvinas Eimontas, secretário geral da Federação Lituana de Futebol (LFF)

"Sem as raízes do futebol, nós não podemos falar sobre o futuro da modalidade. Pessoas como Martynas conseguem estar no topo de todos os eventos e são tão importantes para o desenvolvimento do futebol no nosso país."

Rudolf Řepka, secretário geral da Federação de Futebol da República Checa (FAČR)

"Penso que é uma coisa positiva porque é evidente que os jovens jogadores estão sempre à procura de ícones e os ícones podem depois inspirá-los, como podemos constatar com este projecto. Nós apoiamos este tipo de iniciativas através do nosso website, onde a nossa principal 'cara' é o capitão da selecção nacional, Tomáš Rosický, porque acreditamos que ele é a melhor fonte de inspiração."

Elliott Evans, membro da comunidade de desenvolvimento do Merthyr Town FC

"Com o Merthyr Town, penso o que nos distingue reside no facto de pretendermos ser um clube para todas as pessoas. Não queremos ser um clube para a elite, para apenas jovens da academia ou um grupo de adeptos. Queremos ser um clube para pessoas de todas as idades, de todos os géneros, com e sem deficiência física... É isto que nos torna especiais."

Menções honrosas

Os voluntários Gerry Colhoun (Irlanda do Norte) and Sten Lerche (Dinamarca) venceram a prata e o bronze, respectivamente, na categoria Melhor líder das raízes. Colhoun introduziu os jogos de pequena dimensão para as crianças na área de Londonderry/Derry há mais de duas décadas, enquanto Lerche recebeu o mesmo prémio nacional na Dinamarca depois de 38 anos na direcção do Broendbyernes IF, desempenhado várias funções.

Projectos de raízes na Bélgica e Suíça ficaram em segundo e terceiro lugares na sua categoria, provando que existem ideias inovadoras na Europa. O sistema belga compreende um jogo de dois contra dois para jogadores com menos de seis anos para que estes possam dar mais toques na bola. O sistema suíço de promoção de voluntários – e a definição dos seus deveres – foi igualmente reconhecida.

Os valores da comunidade foram determinantes para a atribuição da prata e do bronze na categoria de Melhor Clube das Raízes, com os ingleses do Berkhamstead Raiders CFC e os noruegueses do Sandane Turn og Idrettslag a receberam os prémios.