Union des Associations Européennes de Football

Lyon recebe final da UEFA Europa League em 2018

052 - Formato das competições de clubes da UEFA para o período 2018-21 finalizado

Publicado: Sexta-feira, 9 de Dezembro de 2016, 17.33CET

O Comité Executivo da UEFA reuniu-se esta sexta-feira na Casa do Futebol Europeu, em Nyon, na Suíça, e atribuiu a organização da final de 2018 da UEFA Europa League à cidade de Lyon, em França.

No que toca ao ciclo de 2018-21 das competições europeias de clubes, para além das decisões tomadas em Agosto, os detalhes completos da lista de acesso, do coeficiente de clubes e da distribuição foram aprovados.

Para o ciclo que se segue foi também decidido ter dois horários de início de jogos na UEFA Champions League, às 18h00 de Portugal Continental (dois jogos) e às 20h00 (seis jogos), dando assim aos adeptos a oportunidade de verem mais desafios.

A nova lista de acesso continua a garantir às 55 federações-membro a oportunidade de se qualificarem para as fases de grupos de ambas as competições. Assegura também que todos os campeões nacionais eliminados nas fases de qualificação da UEFA Champions League têm uma segunda oportunidade nas provas europeias, ao entrarem no caminho dos campeões dedicado na qualificação da UEFA Europa League.

O novo coeficiente de clubes deixará de incluir uma contribuição de 20 por cento do coeficiente da federação nacional, de forma a evitar vantagem injusta para clubes de federações melhor qualificadas e penalização para emblemas com bons desempenhos individuais, mas fraco coeficiente da sua federação. O coeficiente de clube usado para definição de cabeças-de-série será calculado com base nos resultados dos últimos cinco anos, para reflectir a actual força das equipas, e não irá conter pontos de bónus por títulos anteriores.

Entretanto, o coeficiente de clube usado para a distribuição financeira cobrirá os últimos dez anos e incluirá pontos de bónus por títulos anteriores, com o intuito de reflectir contribuições a longo prazo de clubes para o sucesso e a marca da competição. Os pontos de bónus por títulos ganhos serão distribuídos da seguinte forma:

 UCL*UEL*TVT*
Últimos 5 anos123 
Desde 1992/93822
Antes de 1992/93411

Na sequência de uma proposta do Presidente da UEFA, será feita uma contribuição adicional de 50 milhões de euros da UEFA Champions League para a UEFA Europa League, bem como uma quantia adicional de dez milhões será reservada da UEFA Champions League, como distribuição e solidariedade adicional para as fases de qualificação.

O comité concordou em fortalecer ainda mais o programa intensivo antidoping da UEFA ao aumentar o tempo de armazenamento de amostras para dez anos, permitindo a disponibilização de procedimentos de contra-análise.

O Comité Executivo da UEFA aprovou o princípio de candidatura para a Final Four de 2019 da UEFA Nations League - a disputar entre 5 e 9 de Junho de 2019 -, com os anfitriões a serem seleccionados de entre os quatro finalistas. Os requisitos fundamentais consistirão em dois estádios com a capacidade mínima de 30.000 espectadores, para receberem uma meia-final cada, um jogo de apuramento do terceiro classificado e a final, com uma distância entre si de um máximo de 150km. O processo de candidatura irá começar em Dezembro de 2017 e os anfitriões senão nomeados em Dezembro de 2018.

O sistema para determinar o emparelhamento da cidade anfitriã para a fase final do UEFA EURO 2020 foi aprovado. Várias listas de pares serão criadas com base na força desportiva (assumindo que todas as equipas anfitriãs se possam qualificar); geografia (distâncias); e, caso aplicável, constrangimentos de segurança/políticos. A administração da UEFA irá estabelecer cinco ou seis listas diferentes de emparelhamentos de cidades - todos respeitando os critérios acima mencionados - e uma lista de emparelhamentos será então escolhida por sorteio em Novembro/Dezembro de 2017.

O conceito de candidatura para o UEFA EURO 2024 foi ratificado e irá permitir candidaturas conjuntas. A qualificação directa será garantida em qualquer dos casos a um máximo de dois anfitriões. Os requisitos mínimos para receber o torneio terão como base nove a dez estádios, com dois/três com pelo menos uma capacidade líquida de 50.000 espectadores (de preferência um com um mínimo de 60.000); três estádios com uma capacidade líquida de pelo menos 40.000 espectadores e quatro recintos com uma capacidade líquida de pelo menos 30.000 pessoas.

O calendário de candidatura será o seguinte:

• 9 de Dezembro de 2016: convite oficial para candidaturas a ser enviado às federações-membro da UEFA

• 3 de Março de 2017: prazo-limite para as federações nacionais confirmarem o seu interesse na candidatura

• 10 de Março de 2017: anúncio dos candidatos por parte da UEFA

• 27 de Abril de 2018: prazo-limite de submissão do dossier de candidatura para a UEFA

• Setembro de 2018: escolha do(s) anfitrião(ões) do UEFA EURO 2024

O conceito de candidatura para finais de competições de clubes em 2019 foi aprovado e as federações interessadas terão até 27 de Janeiro de 2017 para expresarem o seu interesse. As decisões sobre os anfitriões serão tomadas em Setembro de 2017.

Foram escolhidas federações anfitriãs para várias competições:

• Campeonato da Europa de Sub-21 da UEFA – Itália 2019

• Campeonato da Europa de Sub-19 da UEFA – Arménia 2019, Irlanda do Norte 2020

• Campeonato da Europa de Sub-17 da UEFA – República da Irlanda 2019, Estónia 2020

• Campeonato da Europa Feminino de Sub-19 da UEFA – Escócia 2019, Geórgia 2020

• Campeonato da Europa Feminino de Sub-17 da UEFA – Bulgária 2019, Suécia 2020

• Taça UEFA Futsal – Almaty, Cazaquistão 2017

O prémio monetário para o Campeonato da Europa Feminino de Sub-17 da UEFA, com 16 equipas qualificadas, foi aumentado significativamente de 2,2 milhões de euros em 2013 para oito milhões. Cada equipa receberá 300.000 euros como verba de participação e bónus de 500.000 por chegar aos quartos-de-final, 700.000 pelas meias-finais, enquanto o finalista vencido receberá um milhão de euros e a selecção campeã europeia embolsará 1,2 milhões.

Os resultados do Ranking Fair Play 2015/16 foram apresentados, com as federações da Noruega ("fair play" global), Estónia (melhores espectadores) e Bielorrússia (melhor evolução) a receberem cada uma 50.000 mil euros, a serem doados a um clube amador ou profissional da sua escolha, com o objectivo de financiar projectos de "fair play" ou com temas relacionados com o respeito.

Finalmente, o actual Director de Competições da UEFA, Giorgio Marchetti, foi nomeado Secretário-Geral Adjunto da UEFA.

A próxima reunião do Comité Executivo da UEFA terá lugar a 8 e 9 de Fevereiro, em Nyon.

Nota aos editores:

*UCL=UEFA Champions League; UEL= UEFA Europa League; TVT=Taça dos Vencedores das Taças

Para mais informação

UEFA Media & Public Relations:+41 848 04 27 27

  • Route de Genève 46
  • CH-1260 Nyon 2
  • Tel. +41 848 04 27 27
  • media@uefa.ch
  • Twitter @UEFA
  • UEFA.com

http://pt.uefa.com/mediaservices/newsid=2430057.html#lyon+recebe+final+uefa+europa+league+2018

Press kits

Últimos dossiers de imprensa