A era da responsabilidade social

A Federação Portuguesa de Futebol está a reforçar o trabalho na área da responsabilidade social, incluindo uma iniciativa que visa promover o respeito em todas as competições.

A promoção do respeito em todo o futebol português
A promoção do respeito em todo o futebol português ©FPF

As actividades da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) fora do terreno de jogo podem não ter tido destaque semelhante ao triunfo conseguido no UEFA EURO 2016, mas uma das maiores mudanças na federação, nos últimos oito meses, tem sido a importância atribuída ao trabalho de responsabilidade social e à criação de um departamento de relações públicas e responsabilidade social.

Uma das primeiras iniciativas deste novo departamento foi juntar-se ao sindicato de jogadores profissionais e à associação de árbitros portugueses numa campanha para promover o respeito em todas as competições, sob o lema "Em campo jogamos todos o mesmo jogo".

Também tem sido realizado um trabalho importante no combate à discriminação de qualquer tipo. A federação, com a colaboração de jogadores internacionais e seleccionadores nacionais masculinos e femininos, tem apoiado acções importantes como o combate à violência doméstica e o abuso de crianças, e tem tido presença pró-activa nas comunidades locais.

A FPF também criou “workshops” para árbitros surdos e tem ajudado crianças institucionalizadas e adultos que, por razões sociais ou financeiras, não conseguem adquirir uma habitação segura e com condições.

Este artigo foi publicado na UEFA Direct 165