Acordo sobre antidoping com Finlândia

A UEFA assinou um acordo de cooperação com a organização nacional de antidoping da Finlândia, estendendo a sua campanha pan-europeia e reforçando o combate ao doping.

©UEFA

A UEFA continua a reforçar a sua abrangente campanha antidoping no futebol através da assinatura de acordos com as organizações nacionais de antidoping (NADOs) por toda a Europa, com a Finlândia a tornar-se no mais recente país a aderir ao programa de coordenação.

O último dos acordos – o 28º entre a UEFA e as NADOs europeias – traz a entidade finlandesa de controlo antidoping, o Centro Finlandês para a Integridade no Desporto (FINCIS) para o grupo das instituições colaboradoras.

Ao abrigo dos acordos celebrados, a UEFA e as NADOs coordenam os seus programas antidoping e testes de controlo, partilhando dados e informações consideradas úteis para o planeamento dos testes de dopagem. Isto inclui ainda a execução do passaporte biológico dos jogadores a partir de um programa da UEFA que já vai na sua segunda época.

A colaboração esta época da UEFA com as NADOs europeias visa a implementação de programas de testes abrangentes e dissuasores nas provas da UEFA e a nível interno. A cooperação pan-europeia assegura que a UEFA possua um quadro o mais real possível da execução dos controlos antidoping aos jogadores a nível nacional e internacional.

“O acordo assinado com o FINCIS significa a continuação da nossa cooperação positiva com as NADOs por toda a Europa”, afirmou o director do departamento antidoping da UEFA, Marc Vouillamoz. “A UEFA tem fomentado a cooperação e parcerias visando a implementação de programas de dados, dissuasão e de testes equilibrados protegendo os jogadores e as equipas que estão limpas.”

“Estamos muito contentes com este acordo com a UEFA”, disse Katja Huotari, responsável pelo controlo antidoping do FINCIS. "Dá continuidade aos acordos assinados com muitas federações desportivas internacionais e beneficiam todas as partes relacionadas com o controlo antidoping."