We care about football

Responsabilidade social

rate galleryrate photo
1/0
counter
  • loading...

Calendário

O futebol é parte integrante da sociedade global e, sem dúvida, como desporto mundial mais popular, tem um valiosíssimo papel a desempenhar na condução do desenvolvimento social através da sua enorme influência.

A abordagem da UEFA à responsabilidade social é cuidadosamente estruturada e criada tanto para estabelecer como manter benefícios de longo prazo para a sociedade através do futebol. As directrizes nucleares do portfólio de responsabilidade social da UEFA baseiam-se na selecção de parcerias estratégicas de cinco anos que lutam por anti-discriminação e diversidade, integração social e reconciliação, estilo de vida activo e saudável, implementar o futebol para todos, assim como financiar um importante conjunto de fundações de futebol e programas de solidariedade. Os parceiros para 2012-1017 são os seguintes:

Rede FARE – a principal organização europeia na luta contra o racismo e a discriminação no futebol

Open Fun Football Schools do Cruzamento de Culturas – usando o futebol como base colectiva, o programa ensina crianças sobre a importância da compreensão cultural, cooperação e tolerância

 Federação Mundial do Coração – educação sobre alimentação saudável e exercício físico na esperança de prevenir a obesidade infantil e doenças cardíacas

Portfólio Futebol Para Todos criado para aumentar as oportunidades de prática do futebol para jogadores com deficiência:
- Federação Internacional de Desporto para Cegos (IBSA)
- Federação Internacional de Desporto e Recreação para Pessoas com Paralisia Cerebral (CPISRA)
- Olimpíadas Especiais Europa Eurásia (SOEE)
- Organização Europeia de Desporto para Surdos (EDSO)
- Federação Europeia de Futebol em Cadeira de Rodas (EPFA)

Futebol primeiro: Portfólio UEFA We Care – providencia apoio para fundações e projectos de solidariedade específicos ligados a membros da família do futebol europeu

O desenrolar destas parcerias nucleares permite à UEFA entender a verdadeira natureza de uma área específica e trabalhar com especialistas para estabelecer as melhores práticas e potenciais soluções. Na maioria dos casos, o caminho para o sucesso é progressivo e daí a importância do período de cinco anos durante os quais se podem obter resultados tangíveis.

Para além das parcerias nucleares, a UEFA também trabalha com uma selecção de parceiros associados. Não menos importantes, estas relações cruciais estão relacionadas com eventos e comunicação ou focam-se no desenvolvimento e sustentabilidade a longo prazo:

 Centro para Acessibilidade ao Futebol na Europa (CAFE) – trabalha para promover e melhorar a acessibilidade nos estádios para adeptos europeus com deficiências motoras

 Mundial dos Sem-Abrigo – torneio inovador destinado a pessoas sem-abrigo e que, através do futebol, trabalha em prol da integração e reabilitação social

 Fundo Mundial para a Natureza (WWF) – apoio à principal organização de conservação da natureza a nível mundial para acabar com a degradação dos ambientes selvagens e naturais do planeta e as alterações climáticas

 Plataforma Internacional para o Desporto e Desenvolvimento – sportanddevelopment.org é uma fonte de informação centralizada e serviço de comunicação que advoga acções concretas no campo do desporto e desenvolvimento através de uma comunidade global

A UEFA reconhece a natureza determinante da responsabilidade social e do futebol e isto inclui o "fair play" sobre o relvado. Por exemplo, todas as multas determinadas pelo Comité de Controlo e Disciplina são automaticamente reinvestidas nos programas de responsabilidade social acima indicados.

Desde 1998, a apresentação do prémio anual Mónaco tem decorrido ao mesmo tempo da abertura oficial da temporada da UEFA Champions League. Este prémio envolve a doação de um milhão de euros a uma fundação ou organização humanitária para apoiar a continuação da sua missão.

Há outras numerosas facetas no portfólio de responsabilidade social da UEFA, que evolui constantemente em consonância com assuntos actuais e com o panorama social. Por exemplo, a UEFA trabalhou em estreita cooperação com o Comité Internacional da Cruz Vermelha (ICRC) para ajudar as vítimas das minas terrestres no Afeganistão. A crença da UEFA é que ser socialmente responsável constitui um dever e não uma expectativa. É uma ética de trabalho que nenhuma pessoa ou organização pode ignorar.

Foi entretanto publicada uma resolução para assegurar a diversidade no futebol, com o título: "Breaking the Glass Ceiling", em Dezembro de 2014, que colocou o foco na discriminação no futebol. O seminário foi organizado conjuntamente pela UEFA, a Real Federação Holandesa de Futebol (KNVB) e a rede FARE (Futebol Contra o Racismo na Europa).

  • © 1998-2016 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • A palavra UEFA, o logótipo da UEFA e todas as marcas relativas às competições da UEFA estão protegidas por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.