Novos critérios para os prémios Respeito e Fair Play

A UEFA está a alterar os critérios para a atribuição dos prémios Respeito e Fair Play, com as federações vencedoras a receberem verbas para projectos de "fair play" ou respeito.

©Getty Images

A UEFA está a alterar os critérios para a atribuição dos prémios Respeito e Fair Play a partir da época 2015/16 – as federações vencedoras recebem um prémio em dinheiro destinado a projectos relacionados com "fair play" ou respeito nos respectivos países, em vez de garantidos lugares na UEFA Europa League.

Os novos critérios foram aprovados pelo Comité Executivo da UEFA na sua reunião em Nyon, em Dezembro de 2014, e baseiam-se nos novos regulamentos de Fair Play da UEFA, também adoptados pelo Comité Executivo e que entrarão em vigor a 1 de Maio de 2015.

Todas as épocas, a competição Respeito e Fair Play da UEFA classificou todas as suas federações-membro com base nas avaliações de "fair play" realizadas pelos delegados da UEFA em todos os jogos das provas europeias, com critérios como o futebol positivo, respeito pelo adversário, respeito pelo árbitro, conduta dos adeptos e membros das equipas, bem como nos cartões e expulsões. As três federações melhor classificadas tinham direito a um lugar extra na primeira pré-eliminatória da UEFA Europa League, sendo as três vagas atribuídas aos clubes vencedores das competições de "fair play" nacionais.

Com base nos novos regulamentos de Fair Play, serão calculados três "rankings" diferentes de "fair play" a partir da época de 2015/16, e três categorias de prémios são agora previstos para os vencedores:

- "Fair play" global: A federação com a mais alta pontuação geral de "fair play;

- Melhor progresso global de "fair play" de época para época: A federação que tiver uma melhor evolução em relação à classificação global de "fair play" da temporada anterior;

- Comportamento dos espectadores: As federações com a melhor pontuação final em relação a este critério.

Para reconhecer de forma apropriada que o sucesso numa competição de "fair play" é um feito de uma federação inteira, e para motivar o empenho na consciencialização para o "fair-play", as federações melhor posicionadas em cada uma das categorias receberão um prémio em dinheiro para doar a clubes amadores ou profissionais à escolha dentro da federação, para ser usado em projectos relacionados com o "fair play" ou respeito. O valor do prémio monetário a atribuir será decidido pelo Comité de Fair Play e Responsabilidade Social da UEFA.

Estas recompensas irão substituir, a partir de 2016/17, os três lugares adicionais na UEFA Europa League.

Nenhuma federação poderá receber mais do que um prémio, mesmo que vença em mais do que uma categoria. Por exemplo, se a mesma federação vencer a tabela global de "fair play", mas também uma ou mesmo as duas outras categorias, na prática ganha apenas o prémio global de "fair play", sendo que a federação ou federações em segundo lugar na outra categoria ou categorias recebe(m) o(s) outro(s) prémio(s).

Se a mesma federação ficar em primeiro lugar no melhor progresso global de "fair play" e comportamento dos adeptos, recebe o prémio de progresso global de "fair play", sendo que a federação melhor colocada logo a seguir no "ranking" de comportamento dos espectadores ganha o prémio dessa categoria. Se duas ou mais federações ficarem empatadas no primeiro lugar de uma tabela, a federação melhor classificada na tabela global de "fair play" da época anterior recebe o prémio.

"Como parte da ampla campanha Respeito da UEFA e de forma a sublinhar a importância do 'fair play' e respeito como componente do futebol - vital para o seu sucesso, promoção e desenvolvimento -, os novos regulamentos de Fair Play da UEFA têm como objectivo alimentar as boas atitudes desportivas e condutas entre jogadores, representantes de equipas e expectadores, aumentando assim a forma como todos os envolvidos na modalidade desfrutam dela", afirmou o director de competições da UEFA, Giorgio Marchetti.

Uma vez que os actuais "rankings" da competição anual de "fair play" da UEFA levam em consideração todos os jogos das provas da UEFA de 1 de Maio a 30 de Abril, os novos regulamentos de Fair Play para 2015/16 entrarão em vigor a 1 de Maio de 2015 e cobrem um período de 14 meses, de 1 de Maio de 2015 a 30 de Junho de 2016. A partir de 2016/17, a competição de Fair Play incluirá todos os jogos disputados entre 1 de Julho e 30 de Junho.