Irlanda do Norte saúda Capitães da Mudança

"É fantástico ver o impacto que está a ter", disse Lee Tavinder após ter dirigido a mais recente sessão de treino do Capitães da Mudança, programa de integração da UEFA.

"É fantástico ver o impacto que está a ter", disse Lee Tavinder após ter dirigido a mais recente sessão de treino Capitães da Mudança, um programa de integração da UEFA.

Passados apenas três meses após receber a primeira sessão de treino para os participantes, Capitães da Mudança, o inovador programa da UEFA, já está a aumentar a diversidade no futebol ao nível das suas raízes.

Lee Tavinder, dirigente do sector de arbitragem da Federação Irlandesa de Futebol (IFA), foi o anfitrião do último dos três cursos, que decorreu no pitoresco Complexo Desportivo Mid-Ulster, em Cookstown, na Irlanda do Norte. Aí, membros da comunidade portuguesa foram incentivados a tornarem-se parte activa do futebol no país participando num "workshop" de arbitragem. Um grupo entusiasta de Timor Leste desfrutou de uma sessão introdutória sobre futsal.

"Tudo o que fazem é fantástico e temos aprendido muitas coisas importantes aqui", disse Juvito Gutteres, um dos participantes, após mostrar as suas habilidades com a bola durante uma das sessões de treino. "Nós gostámos – os campos são excelentes e nunca tinha feito coisas destas na minha vida. É incrível".

Este é apenas um exemplo dos programas de diversidade que estão a colher frutos por toda a Europa. O objectivo principal de Capitães da Mudança é fomentar a integração de grupos minoritários reconhecidos na gestão do futebol europeu, em especial pessoas marginalizadas a nível étnico, religioso, de género, deficiência ou orientação sexual. Ao fazer isto, o que se pretende é a criação de Capitães da Mudança, que influenciem a cultura das organizações do futebol através da implementação de iniciativas locais e nacionais. Ao ver os sorrisos nas caras dos participantes em Cookstown, esse processo já decorre na Irlanda do Norte, mesmo antes do trabalho de Tavinder estar completo.

"Uma das coisas que me surpreendeu nos 'workshops' é o impacto que tiveram", disse Tavinder. "Comecei por abordar a arbitragem, para transmitir aos participantes conhecimentos básicos sobre as Leis do Jogo, e para começar a trazer árbitros de origens diferentes.

"O que acabou por acontecer, a nível orgânico, é que agora várias áreas da federação estão envolvidas. Tivemos alguém a falar sobre futsal, sobre formação e também sobre formação de treinadores, para tentarmos desenvolver o nível qualitativo dos treinadores. Assim, isto tornou-se mais do que apenas um programa sobre arbitragem – é um programa completo de futebol e é fantástico ver o impacto que está a ter".

Clique no vídeo acima para ver o projecto
Capitães da Mudança de Lee Tavinder.