Clubes alemães solidários com os refugiados

UEFA, Federação e governo alemão juntaram-se para contribuírem financeiramente para um projecto que visa dar aos refugiados na Alemanha a oportunidade de jogarem futebol.

©SC Bösen

Perante o crescente número de refugiados a chegar à Alemanha e ao desejo mostrado pelos clubes amadores do país em oferecer a sua solidariedade para com a causa, a Federação Alemã de Futebol (DFB) lançou a iniciativa "1-0 für ein Willkommen" ("1-0 para as Boas-vindas").

A Fundação Egidius Braun, da DFB, e a selecção nacional da Alemanha contribuíram, cada, com 300 mil euros, soma igualada pelo comissariado federal para a migração. A UEFA contribuiu com 50 mil euros, com o governo alemão a prontificar-se para contribuir com igual valor.

Este dinheiro será agora usado para oferecer fundos de 500 euros a 800 clubes em 2015 e a 600 clubes em 2016. Esses fundos serão distribuídos a emblemas que ofereçam a refugiados a oportunidade de jogarem futebol, prestando assim um precioso apoio às autoridades públicas e municipais.

"Jogar futebol em conjunto ajuda-nos a comunicar, mesmo quando não falamos a mesma língua", destacou o presidente da DFB, Wolfgang Niersbach. "Sobretudo para as crianças das famílias de refugiados, terem a oportunidade de voltar a jogar futebol será uma enorme bênção. Esta iniciativa representa um apoio simples e eficaz ao importante trabalho que está a ser levado a cabo a nível das raízes do futebol."