Rush: O Respeito é o mais importante

"Penso que uma arte que temos de dominar na nossa vida é a arte do respeito," afirmou Ian Rush, embaixador da UEFA Champions League, antes do lançamento da campanha "Não ao Racismo" desta época.

A decorrer em 60 jogos das mais importantes provas masculinas e femininas da UEFA, a campanha Não ao Racismo, seguida por milhões de pessoas nos estádios e a assistirem nas televisões, visa travar a discriminação e promover a diversidade.

Na terceira jornada das fases de grupos da UEFA Champions League e da UEFA Europa League, clubes, jogadores e árbitros mostram o seu apoio à campanha. Ian Rush, embaixador da UEFA Champions League e antigo avançado do Liverpool, da Juventus e do País de Gales, partilhou a sua opinião sobre a discriminação no futebol e expressou a importância do respeito dentro e fora de campo.

"A nossa nacionalidade não importa," disse Rush. "Somos todos seres humanos e somos todos iguais. Todos queremos o mesmo, sobretudo no futebol: queremos ter sucesso. Seja para com a nossa equipa, seja para com os nossos adversários, o importante é que haja respeito."

O antigo campeão europeu de clubes acrescentou: "Damos o nosso melhor em campo, mas no fim é apenas um jogo. Temos de respeitar cada nacionalidade e começar a partir daí. É assim que nos tornamos melhores. Não só como futebolistas, em campo, mas como pessoas. Penso que uma arte que temos de dominar na nossa vida é a arte do respeito."

De 6 a 20 de Outubro, a campanha Não ao Racismo, que tradicionalmente decorre durante as Semanas de acção organizadas pela rede FARE, parceira de responsabilidade social da UEFA, promove uma mensagem clara: somos todos pessoas do futebol, seja qual for a nossa origem, e temos de lutar juntos contra a discriminação.

Clique no leitor vídeo para escutar a entrevista na íntegra.