Deixar mais do que recordações em Estocolmo

A tradição da UEFA de doar um campo à cidade anfitriã da final da UEFA Europa League manteve-se na capital da Suécia.

O novo campo comunitário foi apresentado hoje em Estocolmo
O novo campo comunitário foi apresentado hoje em Estocolmo ©UEFA.com

As recordações de mais uma emocionante final da UEFA Europa League não serão a única coisa a ficar em Estocolmo depois de o troféu ser entregue amanhã à noite.

Desde a final da UEFA Champions League de 2010, em Madrid, e da final da UEFA Europa League de 2011, em Dublin, a UEFA tem pretendido deixar um legado duradouro nos seus grandes eventos, entregando um relvado 3G a cada uma das cidades anfitriãs. Estocolmo não é excepção à regra e o subúrbio norte de Husby vai ter um novo campo totalmente financiado pela UEFA.

O relvado foi oficialmente inaugurado hoje por representantes da UEFA, da cidade de Estocolmo e da SvFF, e sobre o campo o embaixador da final da UEFA Europa League, Patrik Andersson, falou de ser um local onde as crianças da área podem "alcançar os seus sonhos".

Integrado na cerimónia, a multidão pôde assistir a um jogo de futebol de formação, medida adequada porque a ideia por detrás do campo é proporcionar aos jovens um sítio para poderem mostrar as suas habilidades e imitar os seus heróis.

Frank Ludolph, responsável pelos serviços educativos de futebol da UEFA, afirmou: ”A UEFA reconhece a importância do futebol de ‘raízes’ e do impacto que tem na vertente profissional por isso, no âmbito do nosso alargado Programa de ‘Raízes’, temos vindo a entregar um campo de jogo como legado a todas as cidades anfitriãs das finais da UEFA Champions League e da UEFA Europa League desde 2010.”

Emilia Bjuggren, vice-presidente da câmara de Estocolmo, afirmou: "Esta é uma grande oportunidade para proporcionar alegria, para dar às jovens crianças ocasiões para praticarem desporto e serem saudáveis. É um importante investimento e estamos muito agradecidos."